Despoluindo corpo e mente


Estive pensando sobre como podemos neutralizar os inúmeros poluentes que intoxicam nossos corpos e mentes. Certa vez, li uma reportagem naFolha de S. Paulo que dizia que existem mais de cem vezes a quantidade de poluentes (metais tóxicos) na água e no ar do que é permitido para o nosso organismo. Outra matéria mostrava que 20 pessoas podem morrer ao dia por causa da poluição.
Os cientistas já comprovaram que altos índices de metais tóxicos no sangue podem contribuir para a formação de várias doenças, inclusive distúrbios de comportamento.

Muitas pessoas podem se sentir irritadas, mais tensas e nem imaginar que, além de possíveis deficiências nutricionais, a causa pode ser de intoxicação por metais tóxicos absorvidos pela ingestão de alimentos produzidos com agrotóxicos, pela água e o ar que respiramos nos grandes centros urbanos!

Até mesmo a prática de concentração e de meditação pode ser mais desafiante pelo fato de o sangue estar literalmente intoxicado!

Exercícios aeróbicos que estimulem a transpiração, bem como ativar nossos órgãos de eliminação (intestinos, rins, pele, fígado, pulmões e vias respiratórias), podem efetivamente cooperar para a desintoxicação e neutralizar parte desses agentes poluentes.

Que alimentos devemos consumir com frequência para poder neutralizar e ativar a eliminação desses metais?
 
Seguem algumas dicas:

✦ Já comprovado por análises laboratoriais, o coentro é um vegetal que possui uma capacidade extraordinária de eliminar metais tóxicos, entre eles o chumbo! Incluir o coentro nas saladas, com legumes ao vapor e azeite, pode ser muito bom.

✦ Uma opção é o coentro em grão: tostar 1 colher de sopa com sementes de gergelim (receita de uma amiga, que inventou o gercoensal).

✦ Consumir diariamente suco de clorofila com hortaliças orgânicas – talos e folhas de salsão, bulbos da erva-doce, salsinha, escarola (que possui uma substância chamada indolina, com ação anticâncer) e outros vegetais amargos que ativam a filtragem do sangue e a eliminação de toxinas pelo fígado, como catalônia, almeirão e todos os vegetais verde-escuros.

✦ Consumir chás como boldo, carqueja, artemísia, chapéu-de-couro para o fígado e cavalinha, que ativa a eliminação dos rins, bem como sucos diuréticos (melão, melancia, lima-da-pérsia e toranja. O consumo de chás deve ser criterioso e de preferência sob orientação de fitoterapeuta, médico ou nutricionista, pois mesmo sendo naturais, possuem alcaloides que podem gerar algumas reações.

✦ Ingerir alimentos crus frescos e orgânicos, entre eles os brotos, e maior quantidade de frutas ricas em vitamina C, como goiaba, acerola, laranja e mexerica.

✦ Agora que entramos no outono, consuma sopas com missô, pasta de soja fermentada que tem poder desintoxicante. Humm, que bom!

✦ Prepare arroz integral ou branco orgânico cozido com 10 cm de alga kombu ou wakame e 2 a 3 colheres de sopa de salsinha crua adicionadas ao alimento depois de pronto.

✦ Se puder evitar alimentos com agrotóxico e ter mais contato com ar puro e natureza, isso ajudará seu organismo nesta aventura que é sobreviver nas grandes cidades!

Celia Mara Melo Garcia é  naturopata 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

JALAPALHO Extrato de Alho com Aguardente Alemã (EXTRATO DE JALAPA)

OSÍRIS - Ovos de Obsediana

Cheiro de Buceta