terça-feira, 26 de junho de 2012

AROMATERAPIA e FLORAIS para regular os hormônios femininos na Menopausa



                               Aromaterapia e Florais de Bach recomendados na Menopausa


A mulher nasce com uma determinada quantidade de óvulos, os hormônios começam a diminuir porque o estoque de óvulo em uma determinada fase chega ao fim.

 Não existe e idade predeterminada para a menopausa, geralmente ocorre entre os 45 e 55 anos, no entanto, pode ocorrer a partir dos 40 anos, sem que isto seja um problema.

Uma mulher está em menopausa, depois do prazo de um ano, que as suas regras começam a falhar, espaçar, e realmente, cessam (em alguns casos pode durar até mais do que um ano).

No processo da menopausa, não existirá duas mulheres que irão sentir  da mesma maneira. Mais do que um Rito de Passagem, é mais parecido com uma viagem acidentada, porém repleta de possibilidades, novos objetivos, novas experiências, é o nascimento para o novo estágio, em que a sabedoria feminina ganha outras forças e poder.
 
No início da menopausa, a mulher poderá sentir sintomas muito fortes que interferem na sua maneira usual de agir e viver. O objetivo do tratamento da menopausa é melhorar a qualidade da vida da mulher.





Na verdade, estas Terapias Naturistas são mais apropriadamente chamadas de “Agentes Promotores de Mudanças Interiores”, exclusivamente para os que buscam se reequilibrar, se reconstruir, se recuperar das situações das quais suas forças vitais tem sido testadas, pelo enfrentamento das dores, das perdas, dos sofrimentos  e variados enfrentamentos que abalam drasticamente toda a estrutura pessoal, a níveis: emocional, mental e físico.


Quem utiliza conscientemente os Florais de Bach e os Óleos Essenciais, utiliza a vontade e a decisão individual para  melhorar, saber  o significado da aceitação e reconhecimento de fase nova, percebe o valor de ser reconduzido ao equilíbrio, saúde, bem estar, serenidade, firmeza e vontade de realizar a vida com progresso e qualidade.






Os sintomas são clássicos e acometem as mulheres em maior ou menor incidência, saiba mais sobre estes sintomas e quais são os florais de Bach e os óleos essenciais recomendados para contribuir com esta importante fase de transição na vida da mulher, mas lembre-se que  os florais e óleos essenciais, aqui indicados devem ser acompanhados de um terapeuta.



 Coceira pelo corpo todo - perda natural da hidratação da pele, gerada pela alteração hormonal. Ressecamento vaginal.

Óleos de efeito hidratante, calmante e equilibrador hormonal :
Gerânio, Chamomila Romana, Lavanda e Patchouli são  apropriados.

Florais de Bach recomendados: Impatiens, Walnut, Crab Apple.

Alteração de humor ou estado de ânimo (depressão ou extrema irritabilidade) - associado à queda da produção do estrógeno, que age não somente no nível físico, mas também a nível emocional.

Óleos com efeito, equilibrador, relaxante; tônico e estimulante:
Gerânio, Clary sage, Cypress, Rosa, Lavanda, Bergamota, Limão, Fenel e Peppermint , proporcionam melhoras no ânimo e bom humor.

Florais de Bach - Walnut, Scleranthus, Holly, Beech, Cherry plum, Gorse, Sweet chestnut e o Mustard

 Flatulência e má digestão, para as que sentem desconforto digestivo.

 Efeitos almejados: carminativo, digestivo, desintoxicante.
 Limão, Tomilho, Camomila romana e Peppermint são bem indicados para tratar o processo digestivo lento da menopausa.


Florais de Bach recomendados: Agrimony, Scleranthus, Crab apple e Holly.

 Sonolência e estado de apatia :

Óleos de efeito estimulante, tônico e revigorante:
Alecrim, Tomilho, Limão, Laranja amarga,  ajudam no resgate da energia e vigor.

Florais de Bach recomendados: Olive, Hornbeam, Elm, Oak e Wild Rose

 Esquecimento e falta de concentração:

Óleos de efeito revigorante, tônicos do sistema nervoso:

Eucalipto, Alecrim, Limão, Peppermint e Vetiver  ajudam a recobrar o centramento, acalmar os nervos e, se manter ativa.
Florais de Bach recomendados: Olive, Chestnut bud, Clematis e Honeysuckle
Irritabilidade exarcebada e descontrole do comportamento. Ausência da libido.
 Harmonizadores e equilibradores, calmante, relaxante e sedativo: 
Vetiver, Rosa, Ylang ylang, Manjerona, Camomilla, Sândalo, Cedro, Neroli e Frankincense podem ser altamente indicados para diminuir a agressividade e trazer calma, tranqüilidade.
Florais de Bach recomendados: Holly, Impatiens, Scleranthus, Chicory, Vine e Cherry plum.

 

TCHAI DA CACAU OU QUENTÃO DO SULTÃO

              O TCHAI é de origem indiana. Pode ser feito de várias formas (ingredientes frescos, secos, triturados no pilão ou em pó); os ingredientes também podem variar, conforme a região, a receita da "família" e preferências de sabores.

Na Índia, onde quer que você vá, encontra chai para vender. Cada pessoa tem uma maneira própria de preparar, variando principalmente na quantidade de especiarias. Mas a base é sempre a mesma: chá preto de boa qualidade, leite de vaca e açúcar.
A variação mais saborosa é o Masala Tchai, que é preparado com especiarias e ainda possui propriedades expectorantes, digestivas e revitalizantes. Masala? O que é isso? É uma mistura de especiarias; a usada para fazer o chai geralmente é composta por cardamomo, cravo, canela, gengibre e pimenta-do-reino.
A receita tradicional se faz com leite de vaca, mas se você por algum motivo não pode beber, substitua por leite de amêndoas. Se está muito agitado mentalmente, ou com insônia, prefira sem o chá preto. Mas se quiser, e puder, experimentar um delicioso tchai, pode seguir a receita abaixo.





Cheio de propriedades curativas, este chá é muito apreciado pelo seu poder  medicinal e carminativo, além de muito aromático e saboroso, é nutritivo, digestivo, dissolve a ama (gordura e toxinas do metabolismo) e fortalece a imunidade.
Cheio de sabedoria milenar e mistérios, repare, tem nos seus ingredientes as várias "fontes" dos elementos,  usando partes distintas das "formas" da Natureza!




Na nossa sabedoria popular, temos o quentão com efeitos e propriedades similares, portanto aí vai o "meu" Quentão do Sultão ou será o Tchai da Cacau ?!?!?


O que importa é que ele te esquente, te cure, te inspire e aqueça o ânimo e o corpo !!!  


Segue a receitinha do Grand Garan Massala Royal da Cacau :




2 pau de canela
8 flores de cravo ou 2 aniz estrelados
1 casca sequinha de  laranja
1 corte de caule de lótus
2 bagas de cumarú 
6 grãos de cardamomo
8 folhas e limão kafir
1 bom pedaço do bulbo do gengibre
2 pedaços de raiz de cúrcuma
1 fruto de pimenta vermelha
1 puhado de sementes de linho 
1 porção de erva mate ou chá preto 


Para adoçar : açúcar mascavo em a gosto, mel, melado de cana, de palma ou calda de agave.




Acrescentar  1 golinho de leite , natas ou creme de leite fresco, servir quente; ou com sumo de limão, podendo também servir a temperatura ambiente ou geladinho (adaptação tropical, tá valendo, tanto faz, contanto que faça !).





sábado, 23 de junho de 2012

LOUCOS POR LAVANDA

 Lavandula angustifolia

       fLavanda também conhecida como Alfazema

Características: A lavanda é facilmente identificada pelo seu aroma fresco e limpo, extremamente agradável. É originária das regiões montanhosas dos países mediterrâneos. Era muito conhecida pelos gregos e romanos, que utilizavam esta erva em seus banhos. O nome do seu gênero (Lavandula) é originado do latim “Lavare”, que significa lavar. Muito utilizada em banhos de purificação e como perfume. Pelo seu poder anti-séptico, foi amplamente utilizada na Europa durante a primeira e segunda guerra mundial para limpar ferimentos de soldados.
A lavanda é um arbusto de pequeno porte, que mede entre 20 e 60 cm de altura. As folhas são estreitas e alongadas e suas flores são de cor azul ou violeta.

Propagação: pode ser feita por sementes ou estacas de aproximadamente 15 cm de comprimento, retiradas de galhos novos, porém não muito frágeis. 



Cultivo: esta planta prefere os ambientes ensolarados, mas protegidos do vento. O solo deve ser bem drenado, arenoso, poroso e rico em húmus. Por isso recomenda-se afofar a terra se esta ficar compactada no decorrer do cultivo.
O espaçamento ideal entre as plantas é de 50 cm por 1m. É uma planta de fácil cultivo, pois resiste bem tanto ao frio quanto ao calor. Apesar de facilmente cultivável, às vezes é difícil obter a sua floração. A estimulação da florada ocorre quando a planta passa por um período de clima frio. As flores normalmente estão prontas para a colheita na primavera.
Não necessita de regas constantes. A irrigação deve ser feita preferencialmente nas horas mais frescas do dia. Após a floração, deve ser podada para estimular o desenvolvimento de nova brotação. Para obter o máximo do perfume que a lavanda pode oferecer, deve-se colher as flores logo que a planta começa a florescer.


Faça pequenos raminhos e coloque para secar em ambiente fresco e ventilado. Pode-se usar os ramos secos para perfumar gavetas e armários, bem como ambientes, quando usados em maior quantidade.
Se você escolher cultivar a lavanda em vaso, não deve misturá-la com outra planta.

Aplicações: A lavanda é sedativa, digestiva, anti-reumática, anti-inflamatória, anti-séptica, cicatrizante, relaxante, redutora da fadiga, sedativa, balsâmica e inseticida. Utilizada para acne, bronquite, leucorréia, nervosismo, reumatismo, tosse, vertigens.
 colheres (sopa) de flores secas de lavanda na água quente. Deixe em infusão por uns 10 minutos e coe. Pode-se acrescentar 4 gotas de essência de lavanda, se desejar. Espere esfriar e coloque na água do banho. Pode-se conservar o líquido por 24 horas em frasco(s) fechado(s) - o banheiro ganha charme se o frasco for bonito. Essa pode perfumar ambientes, bastando acrescentar 2 colheres (sopa) de álcool ( para cada 1/2 litro ) e coloca-la num borrifador. Para essa finalidade, aconselho a fazer meia receita.

Os óleos essenciais de Limão e Lavanda são potentes colabores no processo de regeneração do fígado que, segundo Conceição Trucom quando saudável tem livre fluxo da energia total e do equilíbrio emocional, e na densidade e desequilíbrio: cristaliza a raiva, o ódio e as emoções primitivas. Não consegue praticar o bom humor e o perdão."

"O limão é considerado pela milenar medicina hindu Ayurvédica (a mais antiga do planeta), como "o alimento mais fantástico da humanidade!"

Curiosamente, o limão é a fruta que mais depende da fotossíntese para sua perfeita maturação e fartura em suco. Portanto, o limão é, de todas as frutas e alimentos de origem vegetal, o maior reservatório de energia solar. Luz e Prana (energia cósmica) concentrados nesta fruta tão popular, acessível a todos, principalmente nós brasileiros, que vivemos num país tropical, ensolarado. E, para quem vive em países mais frios (carentes de sol), o limão é “o reservatório” de luz mais fácil de acessar.

No simples ato de ingerir o suco fresco de um limão acontece algo como colocar um “quantum” de sol dentro de nós, iluminando o nosso interno: cada célula, cada sombra, cada impureza.

Assim sendo, o limão tem motivos de sobra para ser o primeiro na lista dos alimentos que favorecem a vida: o bom-humor, o bom astral, a lucidez, a clareza, a verdade (ilumina tudo), a vitalidade, a fecundidade (de idéias, de visões, de gestação ...) e a memória. "



                                            ossui uma grande capacidade de regeneração, qualidade intensificada nas pessoas mais flexíveis às mudanças, com facilidade de se refazerem a partir de situações difíceis. Nas pessoas que buscam compreender e perdoar. E mais, nas pessoas que praticam o bom humor, as brincadeiras, as risadas, o lazer e uma atividade física prazerosa e diária.

Metafisicamente, os distúrbios do figado são provenientes do hábito de se queixar com amargura e rabugice apenas para se iludir e resistir às mudanças.

O excesso de colesterol e triglicérides interpreto como pensamentos e atitudes escorregadias, embassadas.
Os pensamentos agoniados, plenos de raiva e ódio são formas garantidas de adoecer gravamente o fígado.
O mau humor, que é um distúrbio da afetividade, tem sua morada num fígado intoxicado e doente.

As afirmações adequadas para iniciar o processo de cura de um fígado doente, segundo Louise L Hay, no seu livro Cure seu Corpo (editora Best Seller) são: Liberto o passado e avanço para o futuro. Adapto-me com doçura ao fluxo da vida. Faço as pazes com o meu passado."
Limão e Lavandas - Aliados fortes para os cuidados do fígado e dos olhos.
"Mas, quando falamos especificamente de visão, e procurando entender o corpo humano de uma forma holística, como é o caso da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), precisamos falar de fígado e vesícula.

E, quando falamos no fígado, do ponto de vista energético, estamos falando do fígado propriamente, mas também da vesícula biliar, dos olhos, dos ombros, dos joelhos, dos tendões, das unhas, dos seios, e todo o aparelho reprodutor feminino, desde ovários, trompas, útero até a vagina. Por esse motivo, na MTC se diz que o fígado é o órgão mais importante para a mulher, assim como o rim é o órgão mais importante para o homem.





Quando o fígado funciona mal, pode ter certeza que alguns dos aspectos da saúde citados acima (1 ou mais) poderá estar dando avisos, sinais de alerta. Mas, com certeza, a sua capacidade de enxergar a vida, a VISÃO, estará dando sinais gritantes: vamos buscar “enxergar” atentamente o que está apontando dificuldade.

Procure sim um oftalmologista, para avaliar a melhor forma de tratar os sintomas. Porém a causa, muito provavelmente está no sistema hepático. Ou seja, usar (ou mudar) os óculos, fazer uma cirurgia, poderá solucionar (temporariamente) os sintomas, mas não a CAUSA.

Importante diferenciar o significado de VER x ENXERGAR. O ver é superficial e raramente possibilita registro (arquivos, memórias) do que foi visualizado. O ENXERGAR é uma percepção em estado de alerta, de presença real e possibilita o registro do aqui e agora. O ENXERGAR costuma ir além do físico, capacitando percepções do que está oculto, o que se conhece como “intuição", "inspiração" ou "sexto sentido”.

 C. Trucom


Mel de Lavanda - Um Santo Remédio da Natureza.

"O mel aromático ou misturado com ervas medicinais, ajuda o organismo de forma natural a eliminar toxinas

Algumas propriedades do Mel ao contrário do açúcar refinado, utilizado como adoçante mas que facilita o acumular de gorduras, o mel ajuda a eliminar as toxinas favorecendo a digestão. Além disso:

- É um ótimo revigorante para pessoas cansadas e nervosas.
- É bom na prevenção e combate de gripes e constipações.
- O efeito expectorante combatendo a tosse, inclusive a de indivíduos fumadores.
- É bactericida, anti-séptico, anti-reumático, vasodilatador, diurético e digestivo, ajudando no tratamento de gastrites.
- Na sua utilização externa, o mel acelera a cicatrização da pele em feridas e queimaduras leves.
- O mel aumenta o nível de antioxidantes no sangue.
- É um ótimo hidratante, servindo para limpar e nutrir a pele.
- É ótimo na revitalização do cabelo, mantendo-o sadio.
- Mastigar o favo de mel é excelente para o tratamento da sinusite e rinite.
- O mel é recomendado nos casos de incontinência urinária noturna das crianças.
- A ingestão de mel é recomendada com sucesso para cãibras.
- É um ótimo tonificante (tonifica e rejuvenesce a pele e os músculos, anti-espasmódico, sedativo, etc.).

O mel pode ser usado na região para tonificar os chakras e se adicionado de ervas ou tinturas para efeito terapêuticodesde o Egito Antigo"
Dr. Francisco Vianna.

E tem mais, sabe-se que mais de 90% da serotonina é produzida no intestino, portanto o MEL ajuda a manter a integridade intestinal colaborando com uma melhor regulação neuroendócrina, mais serotonina, mais disposição e sensação de prazer na vida. Viva o Mel e suas dádivas de cura.



Bolo de Lavanda

3/4 de xícara de leite integral
1 colher de sopa de flores de lavanda
1 e 3/4 de xícara de farinha de trigo
1 e 1/4 xícara de chá de fermento em pó
1/4 colher de chá de sal
1/2 xícara de manteiga sem sal (113g)
1 xícara de açúcar
1 colher de sopa de raspas de limão
2 ovos grandes (usei 3 pequenos)

Misture o leite e a lavanda e leve ao fogo até começar a levantar fervura, desligue o fogo e espere esfriar em temperatura ambiente.
Bata a manteiga, açúcar e as raspas de limão até formar creme claro e fofo. Junte os ovos, um por vez e continue batendo em velocidade média.
Misture a farinha, fermento e o sal. Em velocidade baixa, acrescente a mistura de farinha alternado com leite/lavanda.
Asse em forno pré aquecido a 200°C por 30 a 40 minutos.



Creme Brulê de Lavanda

Ingredientes para 6 pessoas:

500 ml de leite meio-gordo
100gr de açúcar
4 gemas
4 flores de alfazema
20gr de farinha Maisena (Amido de Milho)
açúcar para queimar o leite-creme

Preparação:

Levar o leite a ferver com as flores de alfazema dentro de um coador de chá e deixar depois em infusão durante 1 hora.
Numa taça, misturar bem o açúcar com a farinha e as gemas.
Adicionar depois, pouco a pouco o leite, mexendo sempre. Coar a mistura para um tacho e levar novamente ao lume, sem parar de mexer, até engrossar.
Distribuir o leite-creme pelas tacinhas e deixar arrefecer.
Na altura de servir polvilhar as tacinhas com o açúcar e queimar com o maçarico de cozinha. Servir de imediato.





Açúcar de Lavanda

Misturar a lavanda com o açúcar e colocar em pote fechado por aproximadamente 4 semanas.
Uma alternativa é misturar os ingredientes no multiprocessador. Com certeza, o sabor da lavanda fica potencializado, mas eu prefiro o charme dos botoezinhos lilás contrastando com o branco do açúcar.
Adoce chás, limonadas, bolos, cremes e biscoitos.
 


Como já comentei outras vezes, a cozinha é um lugar onde se pratica pura alquimia, então é preciso saber dosar as quantidades das especiarias, cada qual com seu poder de aroma e sabor próprios, e a lavanda não é excessão. Ao se usar quantidade além da pedida na receita, corremos o risco de "mastigar perfume".



Biscoitos Amanteigados de Lavanda

200gr de manteiga amolecida
1/2 xícara (chá) de açúcar ( pode-se usar o aromatizado)
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de raspas de limão
1 colher ( chá) de suco de limão
2 colheres(sopa) de flores frescas** de lavanda ou
1 colher (sopa) de flores secas de lavanda *

Numa tigela, bater a manteiga com o açúcar, formando um creme . Adicionar as flores de lavanda , o suco e as raspas de limão, misturar bem e juntar a farinha de trigo, misturando inicialmente com uma colher, e depois com as mãos, formando uma massa homogênea.
Embrulhar em filme plástico e levar à geladeira por 30 minutos, no mínimo, pois a massa precisa estar firme para ser manuseada.
Abrir a massa em superficie levemente polvilhada com farinha de trigo, com espessura de 0,5 cm e cortar em quadrados de 4 cm. Ao manusear a massa, polvilhe levemente com farinha de trigo por cima para não grudar.Colocar os quadrados em assadeira untada e forrada com papel vegetal ou papel manteiga e levar ao forno médio pré aquecido ( 325 F ou cerca de 160 C ) por aproximadamente 25 minutos ou até que as bordas dos biscoitos comecem a dourar.
Esfriar os biscoitos numa grade e guardar em recipiente fechado. Rende cerca de 48 biscoitos.






Taça de Alfazema e Laranja

Ingredientes.

700ml de leite de soja
60g de açúcar
4 colheres de sopa de alfazema
Casca de meia laranja
1 laranja partida em gomos
4 gemas de ovos
4 colheres de chá de farinha de milho fina

Modo de Fazer.

Descasque a laranja e tente remover o melhor que possa a parte branca da casca.
Numa panela funda, deite o leite, a casca da laranja, a alfazema e metade do açúcar. Deixe o leite ferver. Quando ferver, retire imediatamente do lume e deixe marinar durante pelo menos 15 minutos.
Numa taça, bata as gemas com o resto do açúcar até obter uma mistura macia, junte a farinha de milho e bata outra vez.
Passe o leite por um passador, tendo a certeza de que retirou completamente as cascas de laranja e a alfazema.
Aos poucos, junte o leite aos ovos misturando bem. Ponha esta mistura de volta na panela e deixe cozer em lume brando até engrossar e cozer a farinha.
Divida os gomos de laranja pelas taças e cubra com o creme.




Panna Cotta de chocolate com creme de Lavanda

O Panna Cotta de chocolate com creme de lavanda pode fazê-lo perguntar-se o que é que a lavanda esta fazendo numa receita, mas depois de provar, verá a combinação perfeita do sabor desta erva com o chocolate.

É certo que poucos trabalham a lavanda como ingrediente numa sobremesa, isso por conta da intensidade do sabor, que pode roubar a cena, e muitas vezes destruir o gosto dos demais componentes da receita.

Mas temos um segredinho para driblar essa situação, fazendo com que a sua sobremesa fique espetacular. Em vez de usar a lavanda fresca, basta usar as folhas secas, que poderá retirar de um sachê de chá.

Ingredientes:

1 colher de sopa de gelatina em pó sem sabor
¼ de xícara de água
1 xícara de leite
1 xícara de creme de leite
1/3 de xícara de mel
240 gramas de chocolate amargo
1 copo de iogurte grego
200 ml de creme puro
10 g de chá de lavanda
Modo de Preparo:

Misture as folhas de chá de lavanda nos 200 ml de creme de leite. Deixe essa mistura passar a noite na geladeira.
Em seguida, numa tigela pequena, coloque a água, e por cima, polvilhe a gelatina. Reserve se mexer.

Em banho-maria, derreta o chocolate. Quebre a barra em vários pedaços para acelerar o processo.

Numa panela grande, sobre fogo médio, coloque a xícara de creme de leite para ferver com o mel. Quando levantar fervura, retire do fogo, e adicione o chocolate derretido.

Em seguida, acrescente a mistura de água com gelatina, e mexa com vigor, até que a gelatina esteja totalmente dissolvida. Coloque o iorgute grego, e mexa muito bem por mais alguns instantes.

Distribua o creme em taças, e deixe descansando por 20 minutos. Na sequência, passe para a geladeira por no mínimo 4 horas.

Antes de servir, coe o creme de lavanda, e bata ligeiramente (melhor bater com uma varinha mágica). Coloque uma colherada do creme de lavanda no topo da Panna Cotta.







Sorvete de Lavanda

Ingredientes:

3 xícaras de creme de leite
2 colheres de sopa de flores de lavanda secas
3/4 xícara de açúcar
4 gemas de ovo
2 colheres (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de água de rosas
Modo de preparo:

Misture o creme de leite e as flores de lavanda em uma panela. Leve ao fogo até começar a ferver. Retire do fogo. Cubra e deixe descansar por 15 minutos no mínimo.
Em uma tigela média, bata o açúcar com as gemas até ficar espesso e claro. Acrescente a farinha, misture e reserve.
Coe o creme para remover as flores de lavanda.
Lentamente acrescente o creme às gemas batidas, misturando.
Volte a mistura à panela e leve ao fogo baixo, mexendo constantemente com um fouet ou colher de pau, até que engrosse levemente. Cuidado para que não ferva (os ovos podem talhar).
Retire do fogo e passe por uma peneira para uma tigela limpa. Deixe esfriar completamente.
Acrescente a água de rosas. Cubra e refrigere até estar frio (ou de um dia para outro).
Coloque na sorveteira seguindo as instruções do manual. Quando estiver pronto deve estar macio, mas pronto para ser consumido. Para que fique mais firme, leve ao freezer por pelo menos 2 horas.
Dica: Para dar uma cor no tom da lavanda, você pode acrescentar corante alimentício roxo!



Muffins de Lavanda
Ingredientes:
200 g farinha sem fermento
75 g de açúcar
1 c. sopa de flores de lavanda seca para fins culinário
1 ½ c. chá de fermento em pó
pitada de sal
250 ml de compota de maçã
150 g manteiga amolecida
2 ovos
1 c. chá de extracto de amêndoa

1 Pré-aquecer o forno a 200ºC/Gás 6. Vai necessitar de duas tigelas, uma para misturar os ingredientes secos e outra para misturar a compota de maçã, manteiga, ovos e o extacto de amêndoa. Depois misture o conteúdo das duas tigelas mas não bata.
2 Coloque a massa dentro das forminhas de papel mas encha só até metade. Coloque no forno cerca de 20 minutos. Decore a gosto.



Bolachas de Lavanda e Limão

Ingredientes:

4 colheres de sopa de manteiga amolecida
4 colheres de sopa de açúcar.
raspa de 1 limão
4 colheres de sopa do sumo de limão
1 gema de ovo
200g de farinha
1 colher de chá de lavanda (no original 2 colheres de chá de alecrim fresco picadinho)
Preparação:
Bater a manteiga com o açúcar até formar um creme.
Juntar a raspa de 1 limão, o sumo e a gema de ovo.
Amassar tudo, juntamente com a farinha e a lavanda (ou o alecrim picado).
Fazer uma bola com a massa, embrulhar em película aderente e levar o frigorífico por meia hora.
Estender a massa, cortar com um corta bolachas e levar ao forno cerca de 12 minutos a 180º. No meu forno com ventilação foram 8 minutos.



***************************************
              Arquivos copiados de: F. Robert, C. Tucon, F. Viana e mais...


 reproduzio por Cau Barra... calma e carinho...

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Biscoitos Encantados de Vênus

Biscoitos Encantados de Vênus






Fazer no dia de Vênus: Sexta feira 
Lua cheia ou crescente

Acenda uma vela rosa, um incenso de jasmim e chame as energias da sedução ao preparar este biscoito.

½ xícara (chá) de manteiga
½ xícara (chá) de açúcar branco
½ xícara (chá) de açúcar mascavo
4 gemas
1 colher (chá) de água
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 ½ xícara (chá) de chocolate meio amargo em pedaçinhos
1 colher (chá) de essência de hortelã

Misture muito bem a manteiga, os açúcares, as gemas, a água e a essência de hortelã até formar um creme. Adicione os outros ingredientes e faça uma massa bem homogênea. Modele os biscoitos e coloque em fôrma untada. Asse em forno quente por 25 minutos. Ofereça também a quem você quer seduzir.
Consagre o feitiço a Afrodite/Vênus

by Frederick Robert

ERVANARIA CHARISTA


ERVANARIA CHARISTA



Abrindo o bauzinho da Maga, compartilho as  mais fáceis e carminativas dicas de receitinhas e seus truques, todas infalíveis, sutis e poderosas aliadas de bem-estar e desintoxicação do organismo, além de ser um ritual de prazer, uma pausa para regar seu corpo de benefícios inimagináveis

 Basta conhecer as propriedades da ervas para combiná-las de maneira adequada. Um chá pode curar uma dor de cabeça, resfriados, dores musculares, tosse, ou simplesmente relaxar. Chás também podem ser aliados para a beleza, funcionando de dentro para fora para deixar sua pele mais bonita, ou seu cabelo mais forte e brilhante.

As ervas na sua grande maioria podem ser usadas frescas, mas temos o hábito, pela facilidade, de usá-las secas, o que não é demérito. Quando processadas de forma correta, os óleos essenciais da planta ficam concentrados. Ademais temos as safras, épocas de maior abundância, quando elas devem ser colhidas e, depois de secas, podem ser armazenadas por um longo tempo, sem que percam suas propriedades.
 Também sugiro que as de sua preferência  cultive em pequenos vasos, assim  terá suas ervas sempre frescas.



Os chás, infusões e beberragens estão ganhando espaço na alimentação saudável. O consumo da bebida está associada a uma série de benefícios ao corpo, como:

Neutralização de radicais livres
Diminuição do mau colesterol
Fortalecimento de artérias e veias
Prevenção de cáries
Ação anti-inflamatória, antigripal e anti-vermes 
                                                             ************************************




Aí vai uma seleção de grande valia:

Se quer simplesmente relaxar depois de um dia estressante de trabalho, ou quer um sono repousante, coloque flores de lavanda numa xícara de água fervente, deixe por 5 minutos, e acrescente uma colherada de mel.
Para curar dor de cabeça, misture um ramo de alecrim com algumas flores de lavanda..
Deixe em infusão por 5, ou 10 minutos. Beba morno.

Para a insônia faça um mix de camomila, tília, funcho, e sabugueiro.
 Espere em infusão por alguns minutos, beba morno.

O melhor chá para constipação ou febre é feito com folhas de hortelã, gengibre e mel.
 Deixe em infusão por 10 minutos, e depois acrescente o mel.
 Se as condições forem acompanhadas de tosse, acrescente sálvia e anis.
Beba o mais quente possível.

Melhore a digestão, ou acalme dores no estômago, pode ser conseguido rapidamente depois de beber um chá de camomila.
 Se for uma dor muito forte, incorpore algumas folhas de hortelã.

Para dormir como um anjo, fica uma receita especial: 3 colheres de sopa de folhas de hortelã secas, 1 colher de sopa de flores de verbena secas, 1 colher de sopa de erva de gato seca, 1 colher de sopa de pétalas de rosas frescas. Misture tudo e coloque num copo de água fervente. Beba morno. O efeito é rápido, e muito eficaz.

                        ****************************



                      ERVAS DE PODER CARMINATIVO 
                 (EMAGRECEDORAS - DESINTOXICANTES) 

Há entorno de 67 espécies reconhecidas, existem as que ajudam a baixar o ponteiro da balança. Hajem eliminando as toxinas pela ação diurética e aceleram o metabolismo, grande aliadas do emagrecimento.
 A sensação de saciedade também é outro benefício das ervas.
 Determinados tipos são ricos em fibras solúveis e formam um gel que, ao cair no estômago e intestino, preenche os espaços, dando a impressão de saciedade.

O uso mais comum é em chás, uma vez que as flores e folhas das plantas precisam ser colocadas em água quente para liberar seus princípios ativos.
 Depois dessa preparação, a bebida pode ser tomada até fria. Mas não adianta tomar chá o dia inteiro e abusar de uma alimentação rica em açúcares e gorduras.
 O ideal é associá-las a um cardápio de baixas calorias para otimizar os efeitos.


 Veja algumas dicas de plantas e a forma correta de usá-las :

CARQUEJA : a barriga é a primeira a sumir
Ela regula as atividades intestinais e, assim, evitando a prisão de ventre.  Atua na quebra de gordura abdominal, onde há maior concentração de células adiposas (a gordura é eliminada pelas fezes). O corpo em geral dá uma murchada com a eliminação de líquidos.
 Como tomar: coloque 2,5 colheres (chá) de folhas de carqueja em 150 ml de água fervente, deixe em ebulição por alguns segundos e desligue o fogo. Tampe o recipiente, deixe por 10 minutos e coe em seguida.
 Beba 3 xícaras do chá por dia. 
Contraindicações: a carqueja não é indicada para grávidas, pois promove contrações uterinas, nem para hipertensos e diabéticos. A planta provoca queda de pressão.

LARANJA AMARGA : acelera a queima de gordura
São vários os compostos químicos que estimulam a taxa metabólica e auxiliam a perda de peso. A fruta contém pectina, fibra solúvel que provoca sensação de saciedade. No intestino, também dificulta a absorção de carboidrato, colesterol e lipídios, evitando o acúmulo de gordura. Sua casca contém sinefrina, substância que ajuda na queima de gordura.
 Como tomar: é preciso passar a casca da laranja amarga por um processo de maceração. Pique bem ou amasse-a com um pilão. Depois coloque duas colheres (chá) da casca macerada em 150 ml de água fria e deixe descansar por 24 horas. Coe a mistura em um tecido fi no.
 Tome 2 xícaras de chá por dia.
 Contraindicações: doses excessivas podem elevar a pressão arterial e alterar o ritmo cardíaco. Portanto, a laranja amarga não deve ser utilizada em demasia por portadores de doenças cardiovasculares.

GENGIBRE : poderoso moderador de apetite
O gengibre é um alimento termogênico, ou seja, eleva a temperatura de nosso corpo. Isso acelera o metabolismo e provoca a queima de gordura. Também aumenta a saciedade e diminui o apetite, impedindo os excessos.
 Como tomar: o correto é fazer uma decocção. Coloque 2 colheres (café) de gengibre picado em uma chaleira com 150 ml de água fria. Leve ao fogo e deixe ferver por 5 a 10 minutos.
 O recomendado é beber até 4 xícaras do chá por dia. 
Contraindicações: em excesso, o gengibre pode machucar o intestino. Se você faz uso de anticoagulantes, tem cálculo biliar, irritação gástrica ou hipertensão deve fazer uso moderado e ficar atento a qualquer desconforto, suspendeno o uso do gengibre.

CAVALINHA : para afinar e desinchar
Reconhecida por suas propriedades diuréticas, adstringentes e antiinflamatórias, a cavalinha diminui a retenção de líquidos, ameniza a celulite e é altamente desintoxicante. Ajuda a baixar a ansiedade, fator que dispara a vontade de comer, por isso, é excelente coadjuvante nos processos de emagrecimento.
 Como tomar: faça a infusão de 1 colher (sopa) de cavalinha (folhas) em 150 ml de água.
 Tome 1 xícara de chá 4 vezes ao dia.
 Contraindicações: não é recomendada para gestantes, pessoas com sensibilidade à nicotina (uma das substâncias da composição) e com insuficiência renal e cardíaca. O uso excessivo pode provocar irritação gástrica e no sistema urinário, diarreia, pressão baixa, taquicardia e ainda reduzir os níveis de vitamina B1.

ALCACHOFRA : tenha uma digestão mais tranquila
Altamente digestiva, auxilia na desintoxicação do organismo, especialmente do fígado, regulando a atividade desse órgão e acelerando o metabolismo. Colabora na digestão de gorduras, tornando-as mais líquidas e dificultando sua absorção pelo organismo.
 Como tomar: faça a infusão de 1 colher (sobremesa) de alcachofra (folhas) em 150 ml de água. Beba uma xícara de chá 3 ou 4 vezes ao dia. 
Contraindicações: pessoas com doenças da vesícula biliar e disfunções hepáticas.

Todas ajudam a prevenir doenças degenerativas ou crônicas, e até os cânceres por serem rejuvenecedoras celular; por serem alcalinizantes evitam cárie e gripe; aumentam o fluxo sanguíneo fortalecendo as artérias, melhorando significativamente a circulação e, ainda mais neutralizam radicais livres.




Dicas

Para aproveitar todas as propriedades benéficas do chá, é necessário tomar alguns cuidados. Veja dicas para desfrutar melhor os benefícios das infusões:

Guarde-o bem acondicionado em local fresco.
Para o chá verde, a água utilizada para a infusão deve estar um pouco abaixo do ponto de fervura.
Para prepará-lo, faça uma infusão com uma colher de sopa rasa da erva para cada xícara de água.
Evite acrescentar açúcar. Além de  mascarar o sabor, pode em alguns casos comprometer os benefícios da bebida.
Procure consumi-lo o mais fresco possível e tamabém secar as suas ervas, guardando em local adequado para não criar fungos, ficarem velhas ou perdrem suas propriedades. O chá verde, por exemplo, deve ser tomado no máximo em até dois anos. Caso constate a presença desses micro-organismos, descarte a erva.
                                           

                               *************************

Mais sugestões de Infusões e Propriedades das Ervas:


Alecrim : Efeito estimulante e antioxidante. Indicado para o controle de tosse e febre.

Boldo: Indicado para o tratamento de doenças hepáticas e gastrointestinais.

Camomila: Anti-inflamatória e analgésica. É relaxante e calmante e alivia a insônia.

Canela: Adstringente e antisséptica. Contra-indicada no caso de febre.

Erva Cidreira: Adstringente, antialérgica, antisséptica, tem efeito tônico no útero. Indicado como calmante e também muito usado para problemas gastrintestinais.

Erva doce: Digestiva, diurética e estimulante expectorante. Age contra a cólica de recém-nascidos e contra acidez estomacal.

Erva mate: Diurética e estimulante. Indicado para estimular atividades físicas e mentais.

Gengibre: Combate gases intestinais, náuseas, rouquidão e demais inflamações do trato respiratório.

Hortelã: Reduz gases e cólicas. Propriedades anti-espasmódica, antisséptica e calmante.

Sálvia: Anti-inflamatória. Indicado em casos de bronquite, amidalite, faringite e gripe.



NAMASTÊ!
"O Deus que Habita em mim, saúda o Deus que habita em você."